sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Negrinho!


Ontem a Valentina pediu algo, pela primeira vez na vida! "Pediu" - porque a fala continua ainda naquelas duas categorias englobadoras do mundo: "papá" & 'nené". Estavamos em uma lancheria, fui pagar meu xis-salada, com a Pequena no colo. De repente os olhinhos se depararam com uma caixinha de docinhos. O dedinho indicador levantou, apontando o objeto de desejo. Papá. Papá. Os olhos dos docinhos para mim, de mim para os docinhos, o dedo sempre em riste. A caixa pergunta: "-Desconto um doce também?". Mas claro, como não. Pensei em pegar um branquinho, algo menos 'achocolatado'. A moça então estendeu a caixinha em direção a mão da Valentina, e ela num arrombo de vontade satisfeita, passou a mão no maior negrinho, direto na boca, com papelote verde e tudo. Definitivamente, eu não sou mais mãe de uma bebezinha. A Valentina já é uma guriazinha. Bem esperta, carinhosa, sem vergonha e gulosa! O resultado final foi uma carinha marrom de chocs, uma representação de 'mão marrom' na minha geladeira branca, e restos de chocolate granulado no meu casaco. E uma Valentina exultante. Crescendo & crescendo my little one.

Esses dias, esqueci - oh, mas como? - de escrever sobre a expressão artística começando a fluir pelas veias da Pequena: rabiscos kandinskyanos de caneta azul nos acentos das minhas cadeiras brancas.

E ainda sobre os docinhos. Domingo passado foi aniversário de 1 aninho da Ana Carolina, prima em segundo grau da Valentina.Estava enlouquecida, aproveitou muito a festa. Deve ter vindo desse dia a descoberta-paixão pelo negrinho. Nesse post, a foto é das duas no aniversário. Até beijo na prima a Valentina deu - quase derrubando a Ana, a minha Ogrinhaaaa ;) Aliás esse dia - 29/08 - tem que ser anotado na agenda: primeira vez que eu-me-myself fiz trancinhas na cabelama rebelde! Ficou um arraso!

Um comentário:

alan disse...

tb adorei as trancinhas! te obrigo a fazer denovo pra eu fotografar!

prima de segundo? nao seria terceiro? ou ela eh filha da tua tia / do teu tio mesmo?