segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Newborn Awakening

HOMENAGEM A ANNA BLUME

NEWBORN AWAKENING

DESPERTA-TE ANNA BLUME

BALANCE OS CABELOS

AOS VENTOS

DESSE SONO SEM FIM

DESPERTA-TE ANNA BLUME

PARA O SANGUE QUE TE CORRE

PARA A SEIVA QUE TE COBRE

A BEIRA DESSE LEITO DE RIO

DESPERTA-TE ANNA BLUME

DESSES SONHOS DE CAMPOS DE FLORES

CÉUS AZUIS, CARDIAIS

DESFAÇA ESSE SORRISO SERENO

RELUZENTE NESSE ROSTO DE MARFIM

MINHA QUERIDA ANNA BLUME

DESPERTA-TE ANNA BLUME

PELE DE COBRA

OLHOS DE COBRE

PUPÍLAS DE SAFIRAS BRILHANTES

DESPERTA-TE ANNA BLUME

DA TERRA DOS ESPELHOS

DAS DANÇAS DE PRIMAVERA

DOS BRAÇOS DE MORPHEU

DESPERTA-TE ANNA BLUME

PÁRIA DA LOUCURA SÓBRIA

DOS DIAS OUTONAIS

DOS LUGARES EM QUE O SOL NUNCA TOCA

DESPERTA-TE ANNA BLUME

TOMA NAS MÃOS

O RELÓGIO DOS PONTEIROS CONTRÁRIOS

E DESLIZA SUAVE PELO ABISMO

DA ESTRANHA LUCIDEZ

DESPERTA-TE E VEM

MINHA QUERIDA ANNA BLUME

ANNA BLUME, DESPERTA, COLOCA AS MÃOS NA TERRA E ERGUE OS PÉS PARA O AR. VINTE E SETE MAÇAS CAEM DO AR.

Um comentário:

alan disse...

barbaridade! isso ai tem a CARA de ter sido escrito pelo vocalista do dance of days O.O